Flâneuse Lúcia e “O Meu Irmão” de Afonso Reis Cabral

avoflaneur

“Decidi ler este livro por sugestão da minha neta e porque me identifico com a temática do livro, tive um caso semelhante na família. Estou a gostar muito, é muito emocionante e bonito. Mostra como o amor e os afectos, no livro entre dois irmãos, mas pode ser entre pais e filhos, avós e netos e amigos, podem salvar-nos e fazer-nos viver melhor. Gosto mesmo muito de ler. Com os livros nunca estamos sozinhos. Gosto muito dos escritores que lia na juventude (Camilo, Vítor Hugo, Alexandre Dumas). Mas tenho lido autores portugueses novos e tenho gostado muito, como o Afonso Cruz e o José Luís Peixoto.”

Lúcia Teodora Teixeira, 83 anos.

Local da fotografia: Casa

Podem comprar o livro da Lúcia aqui: Flâneur

Read More

Leave a Reply

*