Escalas do Levante, Amin Maalouf

De Constantinopla a Alexandria, passando por Esmirna, Adana ou Beirute, o Levante, ponto de passagem entre o Ocidente e o Oriente, foi durante muito tempo um lugar onde conviviam línguas, costumes e crenças. Levante de levant, de levantar, de sol nascente, de berço de religiões, de civilizações, de paixões, mas também de ódios. Um universo precário a que a História lentamente deu forma antes de o demolir, quebrando, de passagem, inúmeras vidas.

Este é o Levante da História e o Levante que Maalouf nos traz. O protagonista deste romance, Ossyane, é um desses homens a quem a História universal muda a história pessoal. A agonia do Império Otomano, as duas guerras mundiais e as tragédias que, ainda hoje, dilaceram o Médio Oriente, foram moldando a sua existência. Pacientemente, ele recorda ao longo do livro a sua infância principesca, a avó demente, o pai revoltado, o irmão desonrado, a sua estada em França sob a ocupação nazi, os anos da Resistência, o encontro com a sua amada fugitiva, Clara, os seus momentos de fervor, de heroísmo e de sonho e o regresso ao seu Levante. Mas depois veio a guerra israelo-árabe e com ela o ódio, os muros, as fronteiras aparentemente intransponíveis, físicas e psicológicas.

Este é um livro belo, escrito com paixão e empatia, do qual emana um grito de paz, apelando à necessidade de cada sujeito, judeu ou muçulmano, colocar o outro na posição de espelho de si mesmo. Mostra-nos também a necessidade de o Homem ser superior à sua cultura e que as relações humanas são mais importantes do que os vínculos históricos.

O livro As Escalas do Levante está disponível para venda na Flâneur: http://flaneur.tictail.com/product/escalas-do-levante

 

 

Read More

Leave a Reply

*