A periferia e outras varandas

10.00 

de João do Nascimento,

Douda Correria#97
A periferia e outras varandas – João do Nascimento
(ilustrações de Marta Sales/ composição de Joana Pires)

Descrição

«Deixei-me esquecido no bolso da outra camisa. Lembro-me de me certificar de que eu estava no bolso desta camisa e no entanto. Não sei bem, ando cansado. Desço as escadas e depois subo as escadas e então os pés assim na rua é como se

Deixei-me esquecido no bolso das outras calças, agora lembro-me, foi quando fui à sala, foi no enquanto me procurava na carteira, entre os trocos, duas ou três palavras que trocámos, agora lembro-me, foi a última vez que me vi, trocámos duas ou três palavras, tinha vestido um blazer azul e uma gravata de uma cor que não condizia muito bem com o blazer referido, é como se, e depois a janela aberta no mais ou menos deixa entrar uma espécie de brisa, uma leveza de sono, uma transparência entre os dedos que se diria ser uma espécie de indecisão, uma espécie de acalmia, um quase telefonar e depois

Não saberia o que dizer, não saberia, não me ocorreria, coraria do lado de cá do lado de cá da conversa, a mesa de jantar nunca posta para jantar, antes arrumada e limpa de migalhas, e do outro lado, não saberia, exitaria, adormeceria nos movimentos, sentar-me-ia nas palavras e as palavras não seriam exactamente as palavras que pensara, que planeara, que estudara, não seriam exactamente estas calças, esta camisa, esta maneira de andar e este sentimento de perfume ao subir para o autocarro»

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A periferia e outras varandas”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.