Ficção Completa

22.00 

de Voltaire,

ISBN: 9789898872227
Edição ou reimpressão: 05-2019
Editor: E-primatur
Idioma: Português
Dimensões: 153 x 234 x 43 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 632
Tipo de Produto: Livro

REF: 9789898872227 Categorias: , , Etiquetas: ,

Descrição

Num volume apenas a prosa ficcional de uma das mentes mais brilhantes da Humanidade.

Voltaire, figura de proa do Iluminismo francês, foi um dos escritores mais prolixos do seu tempo: para além das mais de 20.000 cartas, é autor de mais de 2.000 publicações que vão da História à Filosofia, do Teatro à Poesia, do Pensamento político à polémica de qualquer ordem. Mas Voltaire foi igualmente autor de romances curtos, novelas e contos e foi inovador em muitos deles.

Com o célebre Cândido cria um romance filosófico inspirado pelo terramoto de Lisboa, em 1755. Em Micromégas mostra-se pioneiro da ficção-científica. Em A princesa da Babilónia ou em Zadig toma por inspiração os cenários exóticos que inspiravam os orientalistas seus contemporâneos para criar universos fantásticos em que discute filosofia da religião ou filosofia política. Mas neste volume encontrará também o leitor o conto satírico, a fábula moral, o trecho romântico, o romance histórico e muito mais.

As traduções deste volume são de João Gaspar Simões, Alexandre Pinheiro Torres, José Marinho, João Paulo Monteiro, A. Serra Lopes, Fernandes Costa ou Jorge Mota, entre outros.

CRÍTICAS
«Não se ser capaz de admirar Voltaire é uma das várias manifestações da estupidez humana.»
Jorge Luis Borges

«Fosse o universo inteiro inundado por um espírito de confusão e, ainda assim, precisaríamos de cem mil anos para que o nome, as ideias e as obras de Voltaire se perdessem no esquecimento.»
Denis Diderot

«O que tinha Voltaire de extraordinário? Para além de ser uma das mais agudas inteligências do seu tempo, conseguia escrever com genialidade em todos os estilos e formas literárias conhecidas no seu tempo.»
Robert Darnton

«Algo de aristotélico atravessa os contos de Voltaite: educar divertindo. Sempre intenso, mordaz, brilhante… Voltaire é o alicerce único da moral moderna.»
Roger Peyrefitte

«O problema para um leitor de hoje é a incapacidade de abarcar o todo da produção de Voltaire. Talvez a melhor forma seja ler os seus romances e contos, neles reside em boa parte a súmula de muito quanto foi e defendeu o seu Autor.»
Xavier Marin

«Voltamos sempre a Voltaire…»
Slavoj Žižek

«O filósofo francês [Voltaire] foi em si mesmo uma força política ímpar que atravessou a Europa em termos de influência verdadeiramente palpável.»
René Pomeau

«A via de Voltaire, o bem e o direito.»
Gustave Flaubert

«Voltaire utilizava o exótico para experimentar no público leitor as suas ideias revolucionárias.»
Norman Torrey

«A ficção foi sempre, para Voltaire, veículo privilegiado para tornar a sua filosofia em algo vivo e sensorialmente rico. […] Os universos fantásticos e exóticos que criou são o meio amniótico perfeito para dissolver as dúvidas do leitor mais renitente.»
Pierre Milza

«Ainda hoje é tão influente que quase ninguém o reconhece, da mesma forma como tudo aquilo que é inerente à civilização ocidental.»
Jorge Luis Borges

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Ficção Completa”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.