O Pássaro da Perfeição

18.90 

de Sérgio Sant’Anna,

ISBN: 9789896714901
Edição ou reimpressão: 05-2019
Editor: Tinta da China
Idioma: Português
Dimensões: 145 x 200 x 23 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 352
Tipo de Produto: Livro

REF: 9789896714901 Categorias: , , Etiquetas: ,

Descrição

Selecção inédita de contos, feita a partir de todos os livros do autor, por Gustavo Pacheco.

A prosa transgressora de Sérgio Sant’Anna, um dos grandes escritores contemporâneos, a celebrar 50 anos de vida literária, junta-se à Colecção de Ficção em Língua Portuguesa da Tinta-da-china. Questionando sempre os limites do género e de cada conto, Sérgio Sant’Anna é conhecido pela sua abordagem violenta e íntima de temas como a morte, a melancolia, o desejo, a sexualidade, a filosofia ou o encontro entre criação e existência.

Em O Pássaro da Perfeição, além de todos os seus grandes clássicos, como O Duelo, O Concerto de João Gilberto no Rio de Janeiro ou Um Conto Límpido e Obscuro, o leitor vai encontrar todas as variações de uma obra imensa e até um inédito.

CRÍTICAS DE IMPRENSA
«O que mais apetece assinalar é a luminosidade da escrita depurada e singela, a procura exacta de vocábulos, a musical transparência das frases, a limpidez despojada das descrições.»
Público

«Há um flerte com a violência extrema, alguns contos são muito difíceis de ler, mas é uma violência que se vaza pela literatura. Ele vive para a literatura, põe a literatura à frente de tudo.»
Piauí

«O Sérgio se caracteriza, desde o começo da sua obra, no fim dos anos 60, pela obstinação de não se repetir. Ele está sempre se inventando, criando uma nova voz. Vendo isso hoje, quando muitos autores vão contra a ideia de autor, de um estilo único, fica mais claro o quanto ele esteve à frente do seu tempo.»
Globo

«Ao domar o tempo da criação, Sérgio transforma em escritura questões íntimas que estavam sepultadas na memória.»
Folha de S. Paulo

«Os trunfos narrativos do escritor estão sempre associados a esse aspecto do olhar de artista plástico, de quem caça minúcias de toques, imagens, sons e associações que passam despercebidos ou soam, para os mortais apressados que não vão muito a museus, como traços ordinários.»
Rascunho

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Pássaro da Perfeição”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.