O Tempo o Tempo

9.00 

de Adília César,

n.º 8 da colecção “Eufeme Poesia”.
26 de Abril de 2019

Descrição

«O tempo o tempo” começou a ser escrito na época das saias longas a arder. Atravessa os desejos e as angústias de uma mulher que questiona o mundo em nome de todas as mulheres, as filhas, as amantes, as mães; escreve continuamente, o amor, a ausência, o sofrimento, a reconciliação, a compor uma linha do tempo imaginada entre a emoção e o pensamento que a ela pertence. Os poemas vão desenhando caminhos possíveis num mapa feito de passados, presentes e futuros, procurando dar significado ao tempo de uma vida, através da narrativa poética sem princípio nem fim.»

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Tempo o Tempo”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.