Outro Outro

13.00 

de Salette Tavares,

Edição Tigre de Papel
2019

Descrição

Esta narrativa breve, Outro Outro, escrita em 1963 mas inédita até hoje, de uma autora conhecida pela sua produção poética, gráfica e espacial, submete o leitor a um ritmo cinemático, simultaneamente sincopado e descontínuo, mas também musical, equilibrado e cadenciado. Construída com frases curtas, uma linguagem palpitante plena de elipses e cortes, é um texto antecipador dos ritmos acelerados do nosso tempo, num estilo que executa, pela escrita, princípios da montagem e da polirritmia. Nela acompanhamos uma personagem quase misteriosa, deambulando pela cidade, às voltas e em círculos, numa pulsação que transforma a cidade numa intermitência de luzes, ecos e ruídos, sempre em alternância com o vazio e os silêncios súbitos.

A oscilação deste caminhar em volta é, também, o percurso de uma auto-descoberta. Feita de hesitações e descontinuidades, esta prosa poética segue a um ritmo alucinante, prendendo o leitor, obrigando-o a adivinhar que plano se segue, que cena sucede. Acutilante descrição de um espaço urbano em formação, aqui a metrópole portuguesa surge fulgurante, com todos os seus contrastes e contradições. Um texto actual, vivo, num crescendo que prenderá a atenção dos leitores.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Outro Outro”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.