Porto, Profissões (quase) desaparecidas

18.80 

de Germano Silva
ISBN: 9789720032195
Edição ou reimpressão: 10-2019
Editor: Porto Editora
Idioma: Português

Descrição

“Quem merca penca ou tronchuda!”, “Olha o Notícias, já traz o crime!”, “D’agora viva…! É do nosso mar!”, “Ó freguesa, não quer levar?”
No Porto de outros tempos os pregões reboavam pelas ruas, pintando um quadro típico da azáfama da cidade. Muitos conhecem o epíteto “Porto, capital do trabalho”, poucos conhecerão os ofícios que lhe deram origem…
Este meu livro relembra e dá a conhecer alguns dos ofícios que ocupavam as gentes do Porto, uns entretanto desaparecidos, outros adaptados aos tempos modernos. A todos pretende render homenagem.
Nestas páginas, o leitor vai também descobrir porque é que as carquejeiras merecem uma estátua, que truques usavam as leiteiras para rentabilizar o negócio, ou porque é que os moleiros eram mal vistos pela Igreja. Estas e muitas outras curiosidades de ofícios desconhecidos ou quase desaparecidos que fazem parte da história da cidade.

Informação adicional

Peso 0.400 kg

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Porto, Profissões (quase) desaparecidas”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.