Schlump

18.80 

de Hans Herbert Grimm,

ISBN: 9789898881236
Edição ou reimpressão: 05-2019
Editor: PIM Edições
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 234 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 272
Tipo de Produto: Livro

Descrição

Queimado pelos nazis. 80 anos escondido numa parede. Agora redescoberto. Um romance brutal sobre o absurdo da guerra. Sem autoria atribuída, Schlump foi publicado na Alemanha em 1928, e em Inglaterra e nos Estados Unidos no ano seguinte.

Começou por ficar na sombra de A Oeste Nada de Novo, de Erich Maria Remarque; depois, em 1933, foi um dos livros consumidos pelo fogo nos autos de fé nazis, acabando por desaparecer da memória coletiva.

Só em 2013 se desfez o segredo: o romance fora escrito por um pacato professor chamado Hans Herbert Grimm (1896-1950), que, com medo de ser preso ou perseguido, o escondeu no interior de uma parede da sua casa.

Em Schlump, o humor é a principal arma de arremesso contra o absurdo e a brutalidade da guerra, cujo realismo interrompe, a espaços, o tom leve da obra.

CRÍTICAS DE IMPRENSA
«Antinacionalista, anti-heroico, humanista, filantrópico, pacifista, pró-francês, humanista, europeu, bem-humorado e bastante bem escrito. Um livro luminoso, escrito numa época sombria.»
Frankfurter Allgemeine Zeitung (Alemanha)

«Um acrescento invulgar, original e cativante à extensa galeria de romances sobre a Primeira Guerra Mundial.»
The Times (Inglaterra)

«Volvido um século sobre a Grande Guerra, Schlump reaparece (…), e a extraordinária história da sua redescoberta dava, por si só, um romance. Excecional.»
The Independent (Inglaterra)

«História retumbante e por vezes brutal do serviço militar de um jovem alemão durante a Primeira Guerra Mundial. (…) Um relato sangrento e pícaro, centrado num herói de conto de fadas.»
Publishers Weekly (EUA)

«Um Decameron maravilhoso e improvisado (…). Um relato histórico e inestimável.»
ABC (Espanha)

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Schlump”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.