A Herança do Muratore Francisco de Cremona, Manuel Luís e a arquitetura do noroeste de Portugal no século XVI

24.24 

de José Ferrão Afonso
ISBN: 9789898217455
Edição ou reimpressão: 09-2018
Editor: Dafne Editora
Idioma: Português

Categorias: , , Etiqueta:

Descrição

Francisco de Cremona, o muratore trazido de Itália em 1525 pelo embaixador de D. Manuel I no Vaticano, D. Miguel da Silva, deixou uma obra assinalável na Foz do Douro, no Porto.

O ambiente renascentista italiano em que trabalhou refletiu-se nela e em toda uma série de programas nortenhos que, até aos meados do século XVI, data provável da sua morte ou possível regresso a Itália, adotaram o seu modo. Alguns desses programas, aliás, poderão ter tido a sua participação, sobretudo a partir de 1540, data em que o seu patrono, então já bispo de Viseu, teve de regressar a Itália.

Manuel Luís, cuja atividade se inicia quando a de Cremona termina, pode ser considerado o seu sucessor: no início da carreira esteve sobretudo ativo no Porto, tendo sido muito marcado pela obra dos Ruão, do Diogo de Castilho inicial e pelo seu hedonismo decorativo; posteriormente, seria a figura decisiva na definição de uma arquitetura sacra reformada no noroeste de Portugal, tendo morrido em 1604 como arquiteto privativo do arcebispo de Braga D. Frei Agostinho de Jesus.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “A Herança do Muratore Francisco de Cremona, Manuel Luís e a arquitetura do noroeste de Portugal no século XVI”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.